Como lavar o cabelo?

Você deve ter lido o título desse post e pensando que eu fiquei louca ou pelo menos sem ideias, né? Um assunto tão bobo e que (aparentemente) todo mundo sabe. Mas o que realmente acontece, é que questões básicas que podem ser tão bobinhas, como lavar o cabelo, tem alguns segredinhos que fazem toda a diferença na hora de deixar os cabelos limpos, macios e brilhosos (tipo propaganda de shampoo mesmo! haha).

Vamos começar falando da temperatura ideial da água. Água muito quente prejudica a saúde dos fios, uma vez que agride o couro cabeludo e gera oleosidade, caspa e ressacamento. Já a água fria acalma a região capilar e dá brilho ao cabelo. Tá, mas isso não quer dizer que precisamos lavar o cabelo só na água fria (e morrer congeladas no inverno). Se você gosta e consegue, ótimo! Mas se como eu você sente muito frio, não há necessidade de ficar congelando, podemos lavar o cabelo na água morna e por último deixar cair um pouco de água mais fria na cabeça para dar brilho aos fios.

Na hora de aplicar o shampoo, aplique um pouco, massageie o couro cabeludo e enxague. Repita duas ou três vezes para limpar bem e deixar o produto penetrar melhor nos fios. A massagem capilar é muito importante porque melhora a circulação sanguínea e com isso o transporte de nutrientes e a oxigenação do couro cabeludo, estimulando o crescimento dos cabelos e relaxando toda a região da cabeça.

A função do condicionador é apenas desembaraçar os fios, por isso NÃO deve ser aplicado na raiz, apenas no comprimento e nas pontas. Enquanto ele age, aproveite o tempo para ir penteando os cabelos com os dedos (comece pelas pontas) e depois enxague.

Não exagere na quantidade de produtos na hora da aplicação, principalmente condicionador e máscara, para que assim o efeito do produto possa ser eficaz. Comece usando um pouco e vai acrescentando em cada lavagem até você perceber que alcançou um bom resultado. Muitas vezes acontece de acharmos que um produto não é bom porque não o usamos direito, usamos uma quantidade maior do que deveríamos.

Outra coisa importante é E enxaguar direito o cabelo. Os resquícios de produto que ficam podem comprometer o resultado dos produtos, além de prejudicarem os fios causando oleosidade e queda, por exemplo.

Sobre a frequência da lavagem, isso varia da necessidade de cada cabelo. Quem sofre com oleosidade precisa lavar com mais frequência, já quem tem algum tipo de química ou cabelo a frequência é menor. Eu particularmente lavo dia sim, dia não, porque como eu passo muito a mão no cabelo, dois dias são suficientes para ele ficar oleoso.

Vou aproveitar e falar sobre usar sempre o mesmo shampoo, condicionar e etc. Os profissionais recomendam de vez em quando variar nos produtos porque o cabelo acaba acostumando. Então quando você perceber que os fios já não estão com aquele mesmo resultado, experimente intercalar com um produto diferente.

ilustracao-mulher-lavando-os-cabelos

Acho que por hoje eu já falei escrevi demais! Vou preparar outro post para falar sobre hidratação para vocês. O que acham? 😉