Cuidados obrigatórios para cabelos com química

Mudar o visual é sempre muito bom porque faz bem para a nossa autoestima! Luzes, mechas, ombré hair, platinado, morena, ruiva ou até mesmo colorida… Quem nunca fez pelo menos uma dessas mudanças né?

No entanto, quando se trata química, o cuidado precisa ser redobrado! A não ser que você more dentro de um salão, o resultado pode ir de cinderela a bruxa em alguns dias. Isso porque a química faz com que o nosso cabelo perca massa capilar (proteínas e aminoácidos) e por isso fique mais fragilizado.

Para você sair maravilhosa do salão e continuar com um cabelo saudável, existem algumas dicas que são preciosas e fazem toda diferença:

1. Vá a um salão de confiança que você sabe que vai usar somente produtos de qualidade no seu cabelo.

2. Se você for pintar e tiver a opção, prefira tonalizante em vez de tinta. O tonalizante não tem amônia e dá mais brilho.

3. Depois da química esqueça os produtos que são indicados “para todos os tipos de cabelo” e principalmente aquelas linhas mais comuns de mercado. Use shampoo, condicionador e cremes que sejam específicos para cabelos tingindos ou com química, eles além de fazer a limpeza, vão tratar os fios.

4. Faça muita hidratação! Não apenas com cremes que são apenas hidratantes, mas alterne com máscaras repositoras de massa capilar e de nutrição (faça um cronograma capilar).

5. Use produtos termoprotetores no dia a dia. Eles agem formando uma película protetora em volta dos fios protegendo contra o sol e o calor dos aparelhos.

6. Diminua ou evite usar chapinhas, secadores e babyliss. Eles ressecam e desbotam o cabelo.

Quem disse que ficar mais bonita é fácil, né? Dá trabalho, mas compensa! 😉

O melhor remédio que existe

o melhor remédio 1Recentemente fiquei doente. Nada muito grave, tudo indicava ser uma crise de rinite das brabas. Assim que eu identifiquei os sintomas, já fui logo tomando um antialérgico. Tudo certo!

Na verdade não muito, porque os sintomas que deveriam estar melhorando, começaram a incomodar mais. Foi aí que eu percebi que tinha algo errado. Será que o remédio que eu estava tomando não era bom? Fui ao médico.

E eis que o mistério foi revelado: a rinite na verdade não era rinite, era gripe. E remédio de alergia não cura gripe. Certo?

Eu lembro que o médico me disse que se eu continuasse só tomando o antialérgico, alguns sintomas da gripe poderiam ser camuflados e quando eu percebesse, a gripe já poderia ter virado uma pneumonia. E aí eu entendi que o problema não era o antialérgico. Era eu.

Eu não sei que tipo de enfermidade você possa estar passando agora. Talvez seja um resfriado ou uma gripe como a que eu tive, talvez seja a tal da rinite mesmo. Talvez o seu problema não seja nem questão de saúde, pode ser um vício ou uma depressão. Talvez o que você esteja sentindo nesta hora seja uma frustração ou a falta de algo que possa preencher o vazio que está aí dentro.

O que eu sei, é que independente de qual for o seu problema, o remédio não basta ser “bom”. Ele precisa ser o remédio certo.

O remédio bom pode até dar uma melhorada nos seus sintomas na hora, mas depois tudo volta com mais força. E é aí que está o perigo. Você pode não estar sentido os sintomas, mas o problema continua dentro de você. Ele adormece e acorda como um gigante. E aí a cura leva mais tempo. Nesse meio tempo você corra o risco até de desenvolver outras doenças e complicar seu quadro clínico.

O remédio certo é aquele que vai te tratar e não aquele que vai te fazer sentir melhor na hora. 

Quantas vezes na sua vida, nas mais diversas situações, você preferiu resolver o seu problema com algo que fosse te dar um alívio imediato. Com algo que, ao seu ver, era tudo o que você precisava para resolver o problema. Que você achou que sabia o que estava fazendo. Você fez uma escolha e tomou uma atitude que parecia boa. Mas que depois o efeito passou e o que te incomodava, voltou a incomodar ainda mais.

Se você me permite, não sou médica, mas tenho autorização do médico dos médicos para te prescrever um remédio que é bom e que é certo para curar exatamente o que você está sentindo agora: Jesus Cristo.

Não deixe sua gripe virar uma pneumonia, experimente! 

Foto: reprodução.

Cuidados com a pele morena e negra

Que as morenas e negras são abençoadas por terem peles mais resistentes, é fato! A riqueza de melanina confere muito mais elasticidade e resistência, diminuindo os efeitos do envelhecimento da pele.

Mas não é porque a pele é boa, que precisa relaxar nos cuidados!!

O uso de hidratante e protetor solar diariamente (o ano todo) é muito importante! Mesmo que a pele escura tenha mais tendência a ser oleosa, ela também perde água e precisa repor. E o protetor é igualmente necessário, porque apesar de ter uma maior resistência aos danos causados pelos raios solares, isso não significa que a pele está totalmente imune aos efeitos da radiação UV.

As mulheres com este tipo de pele também são privilegiadas por ter lábios maiores e marcantes, por isso precisam cuidar para que eles não ressequem e descamem. Além de evitar o desconforto que isso causa, também os mantém sempre bonitos e atraentes.

Além disso, regiões do corpo que tendem a ressecar mais facilmente, como pés, joelhos, cotovelos e calcanhares, também merecem atenção especial. É bom fazer uma esfoliação a cada 15 dias e sempre mantê-los hidratados.

Uma dica de amiga que funciona independente se a pele é clara ou escura, é usar os produtos da linha Bepantol. Eu uso e recomendo! É difícil alguém que não tenha ouvido falar de Bepantol, né? Ele é bom para tudo e mais um pouco! ❤

Antigamente só existia a pomada infantil de assadura, mas agora já tem a linha Derma que conta com spray, creme, líquido e até regenerador labial. São produtos com pró-vitamina B5 que é muito hidratante e ajuda na renovação natural da pele e dos fios de cabelo.

Como estimular o crescimento do cabelo

Se existisse uma fórmula mágica para fazer os cabelos crescerem mais rápido, nós não pensaríamos duas vezes para usá-la, né? Poder ousar nos cortes de cabelo sem medo de se arrepender depois ou de ter que esperar anos para ter o cabelão de volta, seria mesmo um sonho!

Mas infelizmente mágica é só nas historinhas de faz de de conta mesmo, acelerar o crescimento dos cabelos não é algo que conseguimos fazer da noite para o dia. O fio cresce aproximadamente de 2 a 3 centímetros por mês e este processo depende do tipo de fio que cada um tem, da alimentação e também dos cuidados que temos com o nosso cabelo – e aí esta o segredo! Se tivermos alguns cuidados especiais, podemos fortalecer os fios e estimular o seu crescimento.

1º Faça massagem no couro cabeludo diariamente

Isso fará com que ative a circulação sanguínea. Aproveite o momento em que esta lavando o cabelo ou quando está assistindo tv. O tempo ideal é por, no mínimo, 5 minutos.

2º Use produtos estimulantes

Hoje em dia existem cada vez mais opções de produtos para aplicar diretamente na raiz do cabelo e que prometem ajudar no crescimento. Lembre de aplicar massageando também para potencializar o resultado.

3º Não deixe acúmulo de produto na raíz

Tenha o cuidado de enxaguar bem o cabelo para não acumular produto e isto acabar entupindo os folículos capilares. Não aplique máscara e nem condicionador na raiz!

4º Cuide da saúde dos fios

Cabelo saudável cresce mais forte! Do que adianta o fio crescer e depois cair, não é? Por isso, hidratar, nutrir e reparar os fios é muito importante.

5º Corte as pontas

Parece meio contraditório dizer que para fazer o cabelo crescer, é preciso cortar. Mas cortar as pontas a cada 3 meses, além de remover as pontas ressecadas e duplas, ajuda a fortalecer os fios.

6º Proteção térmica

O calor excessivo da chapinha, secador e babyliss podem ser extremamente prejudiciais aos fios se eles não estiverem protegidos. Os produtos com proteção térmica formam uma barreira contra o calor, evitando que o cabelo fique muito fragilizado e caia.

Atitude Rosa!

Por ter um blog cujo alvo é o público feminino, me sinto sempre no dever de ajudar a divulgar a campanha do Outubro Rosa e assim, incentivar as mulheres a se preocuparem com a prevenção do câncer de mama e ainda encorajar aquelas que estão lutando contra doença.

O câncer é uma doença grave, é. Mas não é invencível! O primeiro passo é termos consciência que para não sofremos mais tarde, é preciso prevenir-se. Se diagnosticada ainda no início, a doença tem aproximadamente 95% de chance de cura. É um índice muito positivo e que deve servir de incentivo para que nós mulheres busquemos os cuidados necessários.

Alguns fatores que podem interferir no desenvolvimento do câncer de mama infelizmente são inevitáveis, como por exemplo:  histórico familiar (predisposições genéticas), ter menstruado pela primeira vez (menarca) antes dos 11 anos e parado de menstruar (menopausa) depois dos 54 anos, engravidar pela primeira vez depois dos 40 anos ou já ter sido diagnosticado com a doença antes. Porém, existem outros fatores que podem sim ser EVITADOS. Os principais são: excesso de peso, excesso de ingestão de bebida alcoólica, uso corrente de contraceptivos orais e reposição hormonal por mais de dez anos.

Além destes cuidados, fazer a prevenção através do autoexame uma vez por mês (para quem menstrua, deve ser feito depois que acabar o período) e a mamografia para conseguir detectar o câncer de mama quando ele ainda tem menos de 1 centímetro (com esse tamanho ainda não dá para senti-lo apenas com o toque), são ESSENCIAIS!

Outra forma de prevenção muito importante e especial é apoiar o movimento do Outubro Rosa e ajudar a divulgar esta causa. Assim, com a sua ajuda outras pessoas poderão aprender como se prevenir.

E se você que está lendo este texto agora foi diagnosticada com a doença, não se entregue! A medicina está aí para te ajudar com tratamentos feitos com medicamentos, cirurgia e radioterapia, mas o melhor remédio está dentro de você mesma: a sua fé!

mama

Um beijo cor de rosa para todo mundo!

*Este post também foi publicado hoje no site do Jornal do Oeste.

Fonte: site Drauzio Varella /Foto: reprodução.

J.O: cabelos saudáveis com ampolas de tratamento

Você sabia que além dos nutrientes serem essenciais para o nosso organismo de uma forma geral, existem vitaminas e substâncias reparadoras que potencializam a hidratação e a nutrição do nosso cabelo?

Confira no site do Jornal do Oeste uma lista destes nutrientes e para que cada um serve!

Leia AQUI!

capelli_sani

Dicas para respirar melhor

A pauta do post de hoje não é moda e nem beleza, vamos falar de saúde! Eu gosto de estar sempre trazendo dicas úteis pra vocês, coisas que podem facilitar o nosso dia a dia e principalmente o nosso bem-estar!

Como o clima aqui na região onde eu moro está muito seco, o ar parece que fica mais pesado, propiciando o ressecamento da pele e das vias respiratórias. Com isso as pessoas ficam mais vulneráveis as doenças respiratórias, alergias e dores de cabeça.

No caso eu me incluo nesse grupo de pessoas! haha. Então vou passar algumas dicas simples que estão me ajudando, além do tratamento que o médico me passou, claro.

A primeira dica é infalível e fundamental para a nossa saúde: BEBER ÁGUA! A água é sempre o melhor xarope, ela vai deixar o organismo hidratado mesmo com o tempo seco.

A pele também precisa ser hidratada, então além de beber muita água, abuse de cremes hidratantes!

Também é muito importante manter a casa livre de poeiras. Passe sempre um pano úmido no piso e móveis para afastar ácaros e fungos.

Para dormir melhor, coloque bacias de água ou toalhas umedecidas no quarto. Isso vai ajudar a umidificar o ar do ambiente e, consequentemente, você vai respirar melhor.

Evite ficar muito tempo em lugares com ar condicionado. Além dele deixar as vias respiratórias ainda mais ressecadas, caso o aparelho não esteja bem limpo, a chance de ter problemas respiratórios é ainda maior.

Outra dica é limpar as narinas com soro fisiológico para diminuir o incomodo no nariz.

Quem sente desconforto nos olhos também pode usar o soro fisiológico para lubrificar a região.

Uma dica que eu sigo à risca é evitar fazer exercícios físicos quando o clima está muito seco e estou com dificuldades para respirar! Por que será, né? hahaha!

8f8fc8526c3fb382745263dfa1b47b51Então é isso, espero que vocês tenham gostado das dicas e que elas possam ajudar vocês também!!! 😉

Plano Bê: toda sã

9933d0b8bea1c21ed315b1932a862a6c

Saúde é ter amigos, sorrir leve, ter alguém a quem amar. Ser saudável é ser livre! Livre de padrões e critérios tolos, hipocrisias medíocres. Bronzeado correto é aquele de quando ficamos vermelhos, mas de tanto rir. Cérebro perfeito é aquele que não tem qualquer preconceito e está sempre disposto a aceitar coisas novas, ver o mundo e aprender. Coração forte é aquele que bate com paixão; estresse e rotina não existem no dicionário de quem ama o que faz.  Fígado ‘zero bala’ é aquele de quem se reúne com os amigos numa sexta pra tomar uma e rir das coisas da vida. Sorriso saudável é aquele que escapa fácil, salta de felicidade. Pés saudáveis são aqueles que caminham descalços na grama frequentemente e voltam a ser criança pra chutar as poças d’água.  Garganta saudável é aquela pela qual sempre escapa o som de uma música – desafinada mesmo – ou uma gargalhada gostosa sem pedir licença. Joelhos saudáveis são os que se dobram numa oração sincera. Corpo em perfeita forma é aquele que não desiste da vida, é aquele cujo espírito é livre e não admite envelhecer porque continua a acreditar nos sonhos e na força que vem de dentro. Vida saudável é aquela de quem só deseja o bem ao seu semelhante, desejar o mal é pensar no mal, é deixar que ele se instale. Quem deseja o bem mostra que é só de bem que se vive.

Bethania Davies

Foto: reprodução.

Conscientiza(ação)

Se eu já sou louca por rosa normalmente, quando tem uma causa tão nobre por trás dessa cor, aí sim que eu visto a camisa e fico mais louca ainda! Hahaha.

O movimento Outubro Rosa busca a conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama no mundo todo. Por ser uma doença grave, quanto mais cedo ele for detectado, mais fácil será curá-lo.

Assim como qualquer outra neoplasia, o câncer de mama é caracterizado por um crescimento rápido e desordenado de células, que adquirem a capacidade de se multiplicar. Essas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores malignos (câncer), que podem espalhar-se para outras regiões do corpo.

Quando o nódulo é menor que 1 centímetro, as chances de cura do câncer de mama chegam a até 95%. Somente por meio da mamografia é que os médicos conseguem detectar os nódulos em estágio inicial, por isso este exame é tão importante! Além da mamografia e dos demais exames de rotina que as mulheres devem fazer, o autoexame é outro procedimento fundamental para facilitar o diagnóstico precoce.

Aqui no Brasil, praticamente todas as cidades aderiram esta causa e estão promovendo uma programação especial com palestras, atividades e consultas para a população. Procure se informar e participar das programações que serão realizadas na sua cidade. A conscientização não acontece sem ações. Demonstre amor pela sua vida e pelo seu corpo cuidando da sua saúde em primeiro lugar!

breastfeeding

Se você quer saber mais sobre o movimento e a sua história, clique aqui.

Foto: reprodução.