Amigo secreto criativo!

Brincar de amigo secreto/oculto é tradição no final do ano, né? Nos reunimos com amigos, familiares e colegas de trabalho para trocar presentes de uma forma divertida! Eu adoro!!! ❤

A maneira mais comum de brincar é fazer o sorteio, cada um tira um nome e na hora da revelação dá dicas para que o restante da galera descubra quem é o amigo secreto. Mas também existem outras formas criativas que você pode brincar para sair da rotina e dar boas risadas. Separei algumas sugestões:

Amigo Imagem e Ação: cada pessoa faz um desenho ou uma mímica que represente o seu amigo secreto.

Amigo de infância: essa é uma forma de brincar de amigo-secreto ao contrário! Em vez de descobrir quem você tirou, a ideia é descobrir quem tirou você. Cada participante traz uma foto de quando era bebê e coloca em um envelope com o nome de quem tirou do lado de fora. A pessoa vai pegar o envelope com o seu nome, olhar a foto e tentar adivinhar quem a tirou!

Amigo pessoal: da mesma maneira que a brincadeira com as fotos, em vez de colocar uma foto em um envelope, a pessoa pode colocar um objeto que tenha a ver com ela em uma caixa.

Amigo DIY (do it yourself): nesta brincadeira você terá que exercitar a sua criatividade e o seu lado artesão para criar o presente do seu amigo secreto. Não vale comprar algo pronto, você tem que fazer o presente.

Inimigo oculto/amigo da onça: diferente de todas as demais opções, esta é para entrar no clima de zuação mesmo! Em vez de comprar algo que o seu amigo secreto goste, você tem que comprar algo que seja estilo “presente de grego”. Algo que não tenha utilidade para a pessoa, uma coisa que lembre uma piada interna ou mesmo algo que você sabe que a pessoa não vai gostar. Lembrando que o espírito esportivo e o bom senso devem prevalecer para que a brincadeira não vire motivo de discórdia.

Uma dica legal é estipular um número de chances para acertar quem é o amigo secreto e quando as chances acabarem a pessoa pode pagar um mico. 😉

dicas-presente-natal

 

Plano Bê: quando foi que eu cresci?

5Eu tinha prometido que não iria deixar, nunca, os enredos de adulto me afastarem da criança sonhadora que fui. Eu tinha um porto seguro, um forte construído de sorrisos fáceis, algodões doces e estrelas cadentes, para onde eu corria quando o dia a dia tentava me enlouquecer. Mas um belo dia eu perdi a trilha, os passarinhos comeram as migalhas de pão que deixei para saber voltar e nem me dei conta. Quando foi que eu cresci?

Será que foi no dia em que liguei a TV e achei mais interessante me informar sobre os problemas do mundo? Será que já tinha sido no dia que eu comprei a TV? Deveria ter ficado nos livros e me ocupado mais com achar meu próprio Guarda Roupa para Nárnia.

Quando foi que eu cresci? Será que foi naquele dia em que deixei de sorrir para uma criança na rua? Será que ele me categorizou como “adulto chato”? Seria um título pesado demais pra mim que ainda não tive coragem para admitir que a vida me endureceu um pouco.

Quando foi que eu cresci? Talvez tenha sido no dia em que não deu mais para minha mãe consertar meus erros. Foi quando eu descobri que os adultos, quando fazem algo errado, precisam ir lá e consertar. Será que foi nesse dia que eu descobri que ninguém quer ser, de fato, livre? É que com a liberdade vêm responsabilidades enormes. Ou será que foi no dia em que descobri meu próprio jeito de consertas as coisas, respirando fundo e deixando fluir.

Será que eu cresci quando comecei a deixar a opinião das pessoas mexerem com meu jeito? Tomarem as decisões por mim? Caramba! Eu tinha prometido que não ia deixar isso acontecer! Acho que cresci um pouco no dia que descobri que não sou boa em cumprir minhas próprias promessas. Talvez no dia em que resolvi parar de prometer e deixar a vida me dar o que ela quisesse.

Será que eu cresci no dia que desconfiei que Papai Noel não existe? Eu me lembro até hoje e ainda sinto a mesma raiva que senti no momento em que ouvi uma pessoa me dizer: “Papai Noel não existe”. Ou será que eu cresci quando resolvi, mesmo sabendo que o mundo está doente, acreditar no Papai Noel? Acreditar em pessoas que amam o próximo, acreditar que pode ter uma solução. Será que crescer é isso? Enxergar a realidade se desfazendo e mesmo assim ter fé na humanidade? Acho que é.

Quando foi que eu cresci de verdade? Eu não vi esse dia chegar. Não é como um aniversário com data marcada que você fica esperando e acontece. Não é como dormir e acordar diferente. Quando você percebe, você já está chato, está reclamando do som alto, está discutindo política. Quando você se dá conta, o estresse do trabalho já não deixa sua criança aparecer.

Ela te assiste de um universo paralelo por detrás de um espelho e fica com medo de se aproximar. Com vergonha de que você julgue muito bobo lembrar-se da boneca do vestido rosa, ou do balanço debaixo daquela arvore grande e bonita que você gostava. Ela gostaria muito de te fazer lembrar-se de como coisas tão simples te faziam tão feliz, mas ela tem medo de se aproximar, medo do adulto chato que você se tornou e, assim, cada dia fica mais difícil de resgatá-la.

Eu deveria crescer, eu sei. Eu já devo ter crescido, mas eu me recuso a esquecer. E admito sim que cada dia preciso fazer mais força para me encontrar com a criança que gostava de achar desenhos nas nuvens, de unicórnios e portais mágicos. Mas estamos na luta e ela sabe que eu não vou deixá-la sozinha lá naquele lugar. Que eu prometi voltar sempre para lermos uma história e fazer biscoitos com açúcar colorido. Que eu prometi deixar ela me levar sempre que a sensatez manipulada estiver me enlouquecendo.

Eu não sei quando eu cresci, eu sei é que faço um esforço danado, todos os dias, para continuar acreditando. Afinal, se eu me desligar de tudo que me fez ser o que sou hoje, o que vai me sobrar? Melhor não crescer. Melhor adoçar o coração, esperar o Papai Noel e me fascinar com as luzes de natal. São as coisas simples que trazem alegria e só sendo um pouco criança para enxergar a riqueza que há na simplicidade.

Bethania Davies

J.O: inspirações para o Natal

O Natal já é esta semana e você ainda não teve tempo para pensar em que roupa você vai usar na ceia e na decoração para receber os amigos e familiares? Então corre ler o post que eu preparei para o site do Jornal do Oeste. Tem várias dicas e inspirações de looks e decor fáceis de fazer!

Leia AQUI!

decoracao-com-luzes-de-natal-para-o-quarto-pisca-pisca-com-papel-de-brigadeiro

Foto: reprodução.

 

Presentes de Natal da Mocelinas

Dezembro é o meu mês preferido – depois do mês do meu aniversário (que é em março #ficaadica haha!) – porque além de ser um mês que enche o meu coração de paz, amor e esperança, é um mês de dar e ganhar presentes! Quem não gosta de sentir-se lembrado e querido por alguém, não é? ❤

O problema é quando não sabemos o que comprar! É por isso que em parceria com a loja Mocelinas, nós trouxemos algumas dicas de presentes para sua mãe, irmã, filha, namorada, esposa, amiga (secreta ou não haha) e inclusive para você mesma. Afinal, nós também merecemos!

12308674_1225712667443290_4629814090337322834_n

12301467_1225733414107882_6128164893240260866_n

A Mocelinas envia para todo o Brasil! Confira mais looks na página da loja no Facebook!!!

Vídeos/Fotos: Tiago Vittore.

Make de final de ano

Como eu não poderia ficar sem fazer um tutorial com sugestão de maquiagem para o Natal e Ano Novo para vocês, preparei uma dica que foi postada no Portal da Catve.

Escolhi fazer uma make que pode ser usada em qualquer uma dessas ocasiões, inclusive em formaturas e casamentos! É fácil e muito glamourosa! 😉

Clique aqui para assistir!

IMG_6486 IMG_6507

Looks de Natal e Reveillon

Quem viu a minha participação no Vitrine Revista na Tarobá ontem? Eu já estou me sento em casa no programa! Hahaha. Fico muito feliz por me convidarem para falar de assuntos ligados a moda! Vocês também gostam? Espero que sim! Rs.

Desta vez eu fui dar algumas dicas do que as mulheres podem usar na noite de Natal e no Reveillon! A minha participação começa a partir do minuto 18:53 do vídeo.

ss

IMG_7636IMG_6823IMG_6827IMG_6828Aproveite para ler o post do Jornal do Oeste de hoje que fala sobre isso também!

1

Meu natal e reveillon

Eu fechei 2013 com chave de ouro! Passei as festas de final de ano com a minha família (a minha melhor parte), na casa da minha madrinha e da minha vó.

Separei algumas fotos pra vocês verem um pouquinho como foram as festas. A decoração ficou por conta da minha prima Marina e das minhas tias, Michele e Mari, que arrasaram na criatividade! Sem contar na alegria da dona Maria (minha vó linda) e do seu Pedro (meu vô fofo) por estarem com todos os filhos e netos reunidos! Hahaha.Captura de tela inteira 02012014 155242Captura de tela inteira 02012014 115050photo_14Captura de tela inteira 02012014 230214Captura de tela inteira 02012014 222106Captura de tela inteira 03012014 002949Como foram as festas de fim de ano de vocês?

Jornal do Oeste: Ho ho ho!

4

Preparados para o Natal? Eu estou ansiosa! Mas enquanto não chega às 00h, vamos ler o post de hoje no site do Jornal do Oeste? Dei algumas dicas de penteados e maquiagens para usar nesta noite especial!

http://www.jornaldooeste.com.br/variedades/ho-ho-ho-66690/