7 Hábitos que prejudicam o cabelo

Um cabelo bonito está totalmente relacionado a um cabelo saudável e bem cuidado. Mas estes cuidados não se resumem apenas a usar máscaras de hidratação e fazer outros tratamentos capilares. De nada adianta gastar horrores no salão se na nossa rotina estamos tendo hábitos que acabam danificando o nosso cabelo.

Geralmente são coisas simples, que parecem inofensivas e que muitas vezes nem nos damos conta que fazemos. Porém depois de ler este post, você vai dar adeus a estes velhos e maus hábitos!

  1. DORMIR DE CABELO MOLHADO

Quem nunca deixou para tomar banho tarde e foi dormir com o cabelo molhado? Pois é, isso faz muito mal para a saúde do couro cabeludo.  A umidade na região facilita a proliferação de fungos e bactérias, que podem causar a queda e a quebra dos fios.

  1. FALTA DE PRODUTOS

Não podemos pular nenhuma etapa na durante e depois de lavar o cabelo. O shampoo irá limpar o couro cabeludo de toda sujeira e oleosidade e abrir a cutícula do fio. A máscara irá penetrar neste fui para repor a água, a massa ou os nutrientes que o cabelo preciso. Já o condicionador irá fechar a cutícula do fio para não permitir que esses elementos vão embora com a água. Depois de lavar, vem a parte do creme de pentear que ajuda a controlar o volume e alinhar os fios, além de auxiliar na hidratação e na proteção contra agentes externos.

  1. PRODUTOS EM EXCESSO

Se por um lado deixar de usar um (ou mais de um) dos produtos citados no tópico anterior é prejudicial, usar em grande quantidade também é! O excesso de produto faz os fios ficarem pesados, oleosos, fragilizados e quebradiços.

Passar muitas vezes o shampoo, por exemplo, pode retirar a oleosidade natural do couro cabeludo e fazer com que ele produza muito mais. Além disso, o shampoo não precisa ser usado no comprimento e nas pontas, a espuma que escorre pela raiz já é o suficiente. Já o condicionador deve ser aplicado apenas nas pontas, nunca na raiz.

  1. FICAR SEM CORTAR

Não precisa cortar um palmo do cabelo, mas a cada 3 meses tirar pelo menos as pontinhas é recomendado para eliminar as postas duplas e fazer com que os fios cresçam mais fortes.

  1. PRENDER MUITO FORTE

Fazer um penteado super preso é lindo e poderoso, claro. Mas tenha cuidado na hora de puxar os fios para não acabar arrancando e nem prendendo muito forte. Isso pode quebrar e até cortar os fios.

  1. ESQUECER O PROTETOR TÉRMICO

Usar secador, chapinha e babyliss sem aplicar um produto com proteção térmica antes, é extremamente prejudicial para o cabelo. Sem a proteção os fios ficam super expostos ao calor e consequentemente perdem massa capilar, nutrição e hidratação. Além disso, os fios ficam opacos, fragilizados e porosos.

7. USAR SEMPRE O MESMO PRODUTO

Quando utilizamos o mesmo produto por muito tempo, o cabelo acaba acostumando e o produto já não tem mais o mesmo efeito. Por isso é sempre bom intercalar com outro diferente, mas que tenha a mesma finalidade.

Vale lembrar que é essencial utilizar produtos que sejam específicos para o seu tipo de cabelo. Somente assim você vai conseguir tratar os seus fios da maneira certa e ter um cabelo bonito e saudável.

 

 

Plano Bê: cheia de defeitos

Captura de tela inteira 04092014 124134

Eu sei que você vê muitos erros em mim. Minha objetividade, quando usada contra a sua prolixidade, é o mais gritante. Tem também minha teimosia e a estranha mania de não me prender a nenhum critério antes do fim, meu gosto pelo incerto.

Você acha que sou inconsequente, quando, na verdade, eu já medi todos os resultados e quero mesmo é me jogar. Pagar pra ver.

Você diz que sou precipitada só porque, a seu ver, tomo decisões de última hora, quando, na verdade, elas sempre estiveram planejadas esperando o momento certo pra se encaixar. Isso porque continuo seguindo o plano original e você aí achando que não sei o que faço.

Eu sei que você me acha extremista demais, e pra falar a verdade, não gosto de meios termos mesmo. Tenho nojo dessa gentinha com tom e altura de voz perfeitos, e que nunca se posiciona.

Você diz que ainda sou criança para brincar desse jeito com decisões que podem mudar minha vida, mas me diz: existe algum manual pra viver? Mesmo que exista eu não quero conhecer. Suas experiências não me servem. Seu caminho não é o mesmo que o meu. Na verdade nosso tempo é diferente, você vê a vida como algo pesado e eu ainda sou uma criança. Além do mais, pretendo continuar sendo, se crescer significa deixar meu coração amargar feito o seu.

Sua vida não serve pra mim seus conselhos passam na minha cabeça dançando uma melodia que não compreendo.  Não quero ser igual a você. Eu tenho meu plano e, mesmo que eu precise cair, vou seguir pelo caminho que escolhi, pois seu caminho não é o meu.

Você acha que sou mal educada só porque falo a verdade. Fala tanto de verdade, mas prefere àqueles de voz macia falando mentiras que massageiam seu ego.

Você diz que sou indomada só porque não consegue me manipular. Acostumou-se com todos realizando suas vontades e de repente, eu apareci na sua vida tão ‘do contra’, tão cética.

Você me acha uma pessoa simplista só porque desenvolvi a capacidade de identificar rapidamente coisas que me desviam do caminho e contorná-las. Na verdade você também é uma delas e por isso eu te deixei.

Você diz que isso é loucura, mas qual o significado de sanidade mental em um mundo onde os sãos fazem guerras e matam pessoas? Já não sei se quero ser como eles.

Eu sei que você vê muitos erros em mim. Precipitada, inconsequente, extremista, imatura, indomada, louca. Mas acontece que eu não tenho medo dos meus defeitos, aprendi a viver com eles. Acontece também, que eu não tenho medo de errar!

Bethania Davies

Foto: reprodução.