Verdades do tempo

Vocês também ficam assustados quando se dão conta de como o tempo passa e a gente nem percebe? É assim, na segunda-feira temos aquela sensação de que a semana é tão comprida e que os dias serão infinitos até chegar o final de semana de novo. Mas de repente, nos vemos tão imersos nas nossas trocentas funções, que parece que mal piscamos e a semana acabou!

Isso parece normal, mas as aparências enganam. Essa semana, ouvi uma música que a letra me fez pensar sobre o quão grave é essa nossa falta de noção do tempo.

Vou compartilhar essa música orando para que o mesmo efeito que ela provocou em mim – o desejo de não continuar agindo mais como se eu fosse a dona do tempo – possa provocar em vocês também.

 

“Essa é uma canção de amor.
Veja onde esta o seu coração,
coloque-o na palma da mão.
É preciso ofertar o amor mais sincero,
o sorriso mais puro e o olhar mais fraterno.
O mundo precisa saber a verdade.
Passado não volta, futuro não temos e o hoje não acabou.
Por isso ame mais, abrace mais.
Pois não sabemos quanto tempo temos pra respirar.
Fale mais, ouça mais.
Vale a pena lembrar que a vida é curta demais.”

(Verdades do Tempo – Thiago Brado)

Um abençoado hoje para todos nós! ❤

Plano Bê: solar

girasoleDizem que a flor, que conhecemos como Girassol, era uma estrela apaixonada pelo sol que, todos os dias, chegava mais cedo no céu só para poder vê-lo. Mas seu amor era impossível, já que ela era destinada a brilhar a noite e acompanhar a lua.

Um dia ela foi pedir ao rei dos ventos que encontrasse uma forma para que ela pudesse viver este amor e ele então lhe disse que sendo uma estrela isso nunca seria possível, mas que, se ela renunciasse ao céu e viesse para a terra, ela poderia sentir o toque do seu amado todos os dias.

Sem pensar duas vezes a estrela concordou e veio para a terra em forma de semente. As mais lindas chuvas, enviadas pelo rei do vento, a fizeram crescer e o sol a fez florescer e explodir todo seu amor em forma de uma estrela com pétalas amarelas. Desde então sua energia vital é o sol e ela passa seus dias olhando para ele e seguindo-o por onde ele for.

Essa historinha me fez pensar sobre o quanto queremos realmente as coisas para nossa vida. O quanto estamos dispostos a abrir mão, em nome de um objetivo maior. O quanto aproveitamos o toque do amor, o calor dos que nos rodeiam e o quanto somos perseverantes quando o “tempo está fechado”. Um dia de chuva é uma delicia pra ficar em paz, ler, escrever, pensar e organizar a “casa”, mas quão maravilhoso é um dia de sol!

Olha só, ontem eu estava pensando em quanto tempo eu conseguiria manter meu discurso e minhas atitudes positivas, duvidando de tudo que é capaz de me fazer rir, e hoje acordei com uma puta vontade de ligar para o Serviço de Atendimento ao Consumidor de qualquer marca pra perguntar se a moça do outro lado está bem.

O sol tem mesmo esse incrível poder de despertar em nós a vontade do novo. Essa vontade de correr atrás de algo.É uma energia que toca nosso mundo com autoridade e os move. Sol dá vontade de fazer acontecer. Aquele sonho antigo, aquela coragem enferrujada e aquela voz negativa na sua cabeça não tem a menor chance num dia de sol.

Manhã de sol, sexta com sol, sábado de sol, praia com sol, piquenique com sol e até segunda-feira com sol é incrível. O escuro da noite não deixa a gente enxergar soluções, saídas, recomeços, mas basta amanhecer que tudo se transforma em possibilidades. Sabe por quê? Porque, como a estrela apaixonada pelo sol, não fomos feitos para caminhar na escuridão.

Por isso eu desejo que você sempre caminhe na luz. Faça uma loucura, lute e vá em busca do seu sol, sinta a vida correndo em suas veias e a vontade de voar bem alto quando o dia está azul e o sol chega. Que seus dias sejam todos ensolarados.

Bethania Davies

Plano Bê: café da manhã

Captura de tela inteira 05062014 134457

Há dois anos tomando café com você descobri que amor é tudo entre nós, cada olhar, cada suspiro entre um gole e outro. Lavar minha xícara, secar seus talheres, limpar a mesa, guardar o pão, tudo compartilhado e tudo isso enquanto lemos os pensamentos um do outro. Quem saberá decifrar todo o complexo diálogo existente num simples cruzar de olhos? Só eu, só você.

Palavras tantas vezes não ditas durante o dia todo esperam a chegada do café da manhã seguinte para serem saboreadas ao som do micro-ondas aquecendo seu café. Nossa trilha sonora matinal. Quando não tem pão nem café, não me importo, eu me alimento de você. Sua luz, sua presença, sua respiração são vitaminas essenciais para iniciar a manhã. Além disso, sua presença também está comigo ao me deitar, pois, toda noite eu rezo para que nunca me falte o “você” de cada dia. Eu morreria de fome sem você, de fome de amor. O amor que só quem tem alguém assim sabe como é.

Minha mãe me ensinou a ter bons modos à mesa, mas, sobre amor, eu digo de boca cheia mesmo que “EU AMO VOCÊ” todos os dias. Só hoje eu te amei desde o nosso café da manhã até este ultimo pensamento lúcido do meu dia. Agora preciso dormir, boa noite e saiba que em sonhos, continuarei rezando por você!

Ps: A todos os que tem um companheiro/a pra um bom café.

Bethania Davies

Foto: reprodução.