Plano Bê: reviravolta

image.phpSerá que a vida é uma louca viciada em reviravoltas ou será que eu sou o ser humano mais adaptável do planeta? Sei lá, mas parece que o meu humor se transformou quando enxerguei a possibilidade de me entregar a coisas novas, de romper velhos hábitos, conhecer novas pessoas, rir um pouco e gastar o meu tempo comigo. Logo eu que tinha acordado hoje com a saudade dividindo a mesma cama só porque alguém desistiu de mim.

É que quando alguém vai embora você se sente inútil. Porque quando alguém abandona o barco, prefere o mar aberto e solitário a dividir um espaço com você, você começa a rever cada detalhe procurando onde foi que errou. Mas nem sempre o erro está em você e por isso é que eu sorrio agora. Porque o erro não foi meu por dar tanto amor, o erro está em quem tem medo de receber.

Eu não estava errada. Eu posso continuar adoçando tudo ao meu redor da mesma maneira que sempre fiz. É por mim que eu sorrio agora, não por ele, porque flor sem mel não atrai borboleta. E tudo serve de aprendizado. Incrível, mas, acho que não me fez tão mal quanto pensava, porque eu sempre fugi de situações assim e, agora, o fato de não ter mais pra onde correr me obrigou a ficar e encarar a minha própria loucura.

Organizando a bagunça joguei muita coisa fora, reorganizei muitas certezas e reconsiderei a necessidade de vários sentimentos, alguns estavam só acumulando pó e ocupando espaço. Fiz a faxina e agora dá pra abrir a janela para o sol entrar.

Desapegar é sempre difícil e o medo da solidão enfraquece e nos faz cair nas nossas próprias armadilhas, mas vou ser valente. Agora a pouco um vago sentimento de melancolia insistiu em me tocar, dessa vez não fugi. Se for pra encarar de uma vez que seja logo. Senti, convidei-a para entrar, deixei doer e passou.

Foi ontem e parece que faz um ano. Talvez não fosse mesmo amor, ou talvez até fosse, mas um amor que chega só para te renovar, te ensinar algo e depois vai. Porque ainda estou de pé, e sorrindo. Tenho a possibilidade do sim e do não, da chuva e do sol, do choro e do riso, tenho todos os caminhos à minha frente. Agora é só escolher e ir.

Hoje é quinta-feira, tenho um coração batendo esperançoso, tenho vento no rosto e sonhos possíveis. É um lindo dia pra recomeçar!

Bethania Davies

One thought on “Plano Bê: reviravolta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s