Plano Bê: Gratidão

Fullscreen capture 24042014 102956

Obrigada meu Deus porque eu cresci. Porque eu amadureci. Obrigada porque eu sei que não preciso colocar uma saia curta em um dia de inverno (nem verão) pra seduzir alguém numa balada e depois voltar vazia pra casa de manhã. Eu aprendi que posso usar outros atributos bem menos vulgares e mais admiráveis numa mulher.

Obrigada meu Deus pela coragem, porque quando eu falo que vou o mundo inteiro é meu, e bravura não me falta pra encarar.

Obrigada porque eu me descobri melhor do que um dia pensei que poderia ser. Obrigada porque agora faço amizades verdadeiras e só cultivo as que me fazem bem. E eu não preciso estar todo fim de semana entre várias pessoas que nem conheço direito, posando pra fotos só pra mostrar que tenho muitos amigos. Eu os tenho, mas tenho os poucos e bons. Obrigada por que eu não preciso beber pra sorrir leve, pois meu sorriso não me obedece, sai até quando quero contê-lo. Obrigada porque eu aprendi que não preciso ‘bater ponto’ todo fim de semana numa festa diferente pra pensarem que sou popular.

Obrigada meu Deus porque sou livre, de corpo, espírito e do mundo. Sou livre do mundo, sou livre de mim, livre do medo de arriscar, livre da hipocrisia de mentir pra si.
Obrigada Deus porque minha mãe me ensinou a discernir amor de destruição pessoal. E hoje, mesmo que eu ame, eu sou capaz de deixar qualquer coisa que esteja entre mim e ti, entre mim e meu sonho de ser uma pessoa sempre melhor. E assim já abandonei muitas realidades medíocres sem culpa e sem olhar pra trás.

Hoje vejo que deixar pra trás certas pessoas foi a decisão mais sábia que pude tomar. Eu tenho essa força.
Obrigada meu Deus porque eu sou chata, descoordenada, xarope, desastrada e mesmo assim tenho amigos que me amam. Eu não preciso fingir ser outra pessoa e isso é a melhor coisa do mundo: ser amado exatamente como se é.

Obrigada meu Deus pelo bom senso, pela atitude, pelos tombos, pela coragem, pela força, pela amizade, pelo dom, pela alegria. Por esses e outros sentimentos que me fizeram o que sou hoje: AMOR.

Que assim seja. Obrigada!

Bethania Davies

Foto: reprodução.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s