Então eu achei: filme

Um final de semana desses resolvi inovar e assisti um filme argentino (e a Argentina tem alguma tradição em cinema? Desconheço…) e mais, assisti pelo notebook.

Nunca tinha feito isso. Confesso que tenho certa aversão por assistir e ler coisas pelo computador, exceto vídeos do youtube e textos de blogs, né?

Uma colega minha de trabalho tinha me falado desse filme no início de 2012, uma semana antes de eu ir para Buenos Aires. Fiquei curiosa e queria assistí-lo antes da viagem, mas acabou não dando tempo. Voltei de Buenos Aires, arrumei mais um trilhão de coisas para fazer (livros para ler e filmes para assistir) e esqueci o Medianeras.

Até que um dia essa mesma colega estava com o filme no pendrive e resolvi copiá-lo, mesmo imaginando que eu não iria assistí-lo pela aversão ao notebook. Mas no domingo à noite eu estava organizando uns arquivos no computador e resolvi aproveitar o embalo e testar essa “nova” forma de assistir filmes. Foi minha primeira vez! rs

Coloquei o notebook na minha escrivaninha em frente à cama. Deitada de lado, a tela do note ficou bem na altura dos meus olhos. Super confortável. Adorei!

O filme começou. De ínicio ele mostra alguns lugares bem legais de Buenos Aires. Mostrou um prédio que tinha me chamado atenção na viagem. Ele tinha uma arquitetura meio gótica (nem sei se é gótica mesmo) e “adaptaram” uma parede espelhada atrás. Eu até fotografei esse prédio e me lembro que comentei com o namorado que tinha achado interessante, pois eles modernizaram o prédio, mas mantiveram parte da arquitetura original. Não que tenha ficado bonito, mas ficou interessante.

O filme mostrou também a obra do Teatro Colón. Pô, essa obra foi demorada, hein? O filme é de 2011 (não sei quando foi filmado) e em fevereiro de 2012, quando fui à Buenos Aires, os tapumes ainda estavam lá.

Aaa, com o filme conheci o Planetário de Buenos Aires. Na minha viagem ele estava fechado para reforma. Também fiquei sabendo que ele é inspirado em Saturno e que a maioria das pessoas acha que ele se parece com uma nave espacial. Para mim, ele era apenas uma bola de golf.

Mas o que eu mais gostei no filme foi a história singela. Ela narra a vida de dois personagens com muitas coisas em comum, entre elas a solidão. Mas embora tenham afinidades e morem tão perto, eles não se conhecem e é ai que a trama desenrola, ou enrola…

O filme é simples, mas super bem feito. Também não sou nenhuma crítica de cinema, não sei o que é bom, ou ruim. Só sei do que gosto ou não e desse filme eu gostei. Ele tem uma pegada meio “cinema europeu”. Aquela coisa mais falada, mais pensada e menos ativa (quero dizer, com menos ação).

E como tudo o que eu gosto, tem romance. ADOREI! Vale à pena procurar na locadora.

MEDIANERAS – BUENOS AIRES NA ERA DO AMOR VIRTUAL

Diretor: Gustavo Taretto

Gênero: Romace/comédia (não sei…)

Tempo: 1h 35min

Trailer: Medianeras

Beijos,

Andresa

filme-medianeras

Foto: Andresa Trentini

2 thoughts on “Então eu achei: filme

  1. Assisti ao filme ano passado e hoje resolvi repostar uma resenha do mesmo, ao procurar pela tag #Medianeiras, caí aqui. Sabe, achei engraçado, o seu primeiro filme no notebook foi logo Medianeiras, onde um dos personagens faz tudo pelo computador, rsrs.

  2. Em 2011 estava de férias com minha esposa em Buenos Aires e vi gravações de um filme . Procuro até hoje qual seria esste filme para poder assistir.
    Algumas cenas fora gravadas em frente ao teatro Colon , e outras num café na feira de San Telmo. Infelizmente não tenho muito mais informações sobre este filme.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s